Avesso à corrupção

Photo by Giorgio Trovato on Unsplash
A- A+

Por aí há um senhor que de certa forma se tornou fonte de matéria prima para as minhas divagações. Em todas as nossas conversas, ele menciona que as pessoas da lei só se importam com o próprio bolso. Que os fiscais só fiscalizam para ganhar dinheiro e os policiais fazem ronda com a mesma intenção. Quando nos conhecemos, pensei que por segurar essa bandeira ele seria “linha dura” caso tivesse um cargo similar ou superior.

Ele não é jovem, já está pagando o preço da idade e caminha curvado, segurando as costas, esse é apenas o problema que constatamos ao vê-lo, sem perguntar. Por outro lado, tantos anos de trabalho lhe permitiram acumular várias posses.

Estávamos conversando sobre as várias regras e irregularidades na produção de leite. Afirmou que isso é justamente uma forma de arrecadar dinheiro, os fiscais vêem as irregularidades e ameaçam descrever a realidade em seus relatórios, quando os responsáveis pela extração do leite oferecem um dinheiro, cancelam as ameaças e escrevem falsos dados. Me impressionei depois por saber que ele trabalhou justamente em funções agrícolas parecidas com a pecuária leiteira.

Outro dia chegamos no assunto de irregularidades veiculares, e novamente ele afirmou que não é justamente um problema, pois, em suas palavras: “É só deixar uma nota de dez reais no documento e entregar quando o policial pedir, que está resolvido”. Fiquei me perguntando em que trágica situação um policial deve estar passando para se vender por 10 reais. Ele menciona essas situações com certo grau de deboche, apontando o erro dos homens da lei, demonstrando que o sistema está podre.

De início eu havia pensado que por se referir tanto a corrupção, ele era um inimigo quase mortal dela. Mas depois de algumas conversas percebi que no fundo, essas exclamações são um incentivo, uma forma de sugerir que as pessoas são impotentes diante da corrupção, e a melhor forma de viver é se aliando ao inimigo (ou pagando propina). Quem descreve tanto o Diabo, talvez seja um astuto concorrente dele.

30/12/22

Compartilhe:

Sugeridas:

Rodapé
Página Inicial

Página Inicial
© 2021-2023 Vacilou, Virou Crônica! - Todos os direitos reservados.